quinta-feira, maio 26

Como funciona uma corretora no FX

Diferente dos outros investimentos financeiros disponíveis como mercado de ações, a maior parte das transações no Forex são realizadas como resultados de negócios internacionais e não como negócios especulativos. A especulação no forex tem seu papel fundamental, mas a grande parte das transações no Forex são realizas em função de negócios internacionais. Para ilustrar melhor:



O americano que compra uma Mitsubishi importada, novinha brilhando, vai pagar por ele em Dólares, mas os trabalhadores da Mitsubishi no Japão precisam receber seus salários em Yenes, assim em algum momento a conversão entre dólares e Yenes precisa ser feita. 


Quando nos consideramos que empresas como a Exxon, Boeing, Sony, Dell,  Honda,  Vale  e milhares de outras multinacionais movem dinheiro de um país para outro entre dolar, real, yen, libras, rupias e euro elas fazem através do mercado forex. Portanto não é difícil entender o quão insignificativa é a parcela de especuladores neste mercado de quase $4 trilhões por dia.


As empresas não se importam tanto com a complexidade da cotação de uma moeda, elas apenas querem fazer e vender seus produtos. Como um depósito central de dinheiro destas companhias, é perfeitamente natural que bancos fossem os facilitadores destas transações. Antigamente, um banco simplesmente ligava para um banco estrangeiro (ou uma sede do mesmo banco em outro país) e ambos bancos realizavam a troca do dinheiro que eles tinham acumulado.

Assim como qualquer outro negócio, os bancos compram a moeda estrangeira a uma taxa e vendem ao cliente final a uma taxa superior, tendo seu lucro. É assim que nasceu o spread no foreign exchange (FOREX). Isso era (e ainda é!) o custo deste negócio. A Mitsubishi pode pagar seus funcionários e o banco ganha um pequeno lucro pela troca e pelo risco associado a troca dos Dólares pelo Yenes.

Com o tempo, os operadores dos bancos desenvolveram a habilidade de especular nas cotações futuras de uma moeda. Utilizando um conhecimento adquirido no mercado, um banco poderia fechar um negócio em uma cotação do momento e segurar realizando um hedging até que uma melhor oportunidade aparecesse. Este processo possibilitava com que os bancos expandissem seus lucros consideravelmente. Contudo, a conseqüência disto é que a liquidez ficou distribuída de forma que algumas transações se tornavam impossíveis de se completarem.
 

E foi por este, e somente este motivo, que eventualmente o mercado forex foi aberto para participantes "não-bancários". Os bancos queriam mais ordens no mercado.  

a) Poderiam lucrar de participantes com menos experiência.
b) Os participantes com menos experiência poderiam oferecer uma maior distribuição de liquidez para as transações internacionais de  hedge (proteção cambial). I

Inicialmente apenas grandes fundos hedges (como o de George Soros e outros) foram permitidos,  mas com o tempo surgiu o Forex Varejo, através dos brokers e ECNS.

Continua...

 



domingo, maio 22

Maiores Econômias Mundiais - Suiça

Suíça

A Suíça foi fundada em 1291, está localizada no centro da Europa ocidental e compartilha muito de sua história e cultura com a Alemanha, Áustria, Itália e França.

Apesar de estar no meio da Europa, a Suíça não faz parte da União Europeia. Embora tenha havido conversações entre a UE e a Suíça em meados de 1990, o público suíço rejeitou a proposta de fazer parte da UE. Desde então, a Suíça tem mantido a sua independência econômica.

A Suíça é considerada um país pequeno, mas vamos dizer que é COMPACTO! Tem uma população de cerca de 7,78 milhões de habitantes, com cerca de 477 pessoas por milha quadrada.

A Suíça é também conhecida por sua neutralidade, uma vez que se absteve de participar em qualquer uma das duas Guerras Mundiais.

Suíça: fatos, números e recursosVizinhos: Alemanha, França, Itália, Áustria.

Tamanho: 15.940 milhas quadradas

População: 7.779.200

Densidade: 477,4 habitantes por milha quadrada

Capital: Berna

Chefe de Governo: Doris Leuthard Presidente

Moeda: Franco Suíço (CHF)

Principais importações: máquinas e equipamentos, transporte e produtos farmacêuticos medicinais, outros produtos químicos, produtos manufaturados.

Principais exportações: produtos químicos, relógios, alimentos, instrumentos, jóias, máquinas, produtos farmacêuticos, metais preciosos, tecidos, Rolex, Roger Federer.

Parceiros de Importações: Alemanha (27,7%), EUA (10,6%), Itália (10,3%), França (8,4%), Rússia (4,4%), Reino Unido (4%).

Parceiros de Exportações: Alemanha (21,2%), EUA (8,7%), França (8,2%), Itália (7,9%), Áustria (4,5%).

Fusos horários: GMT + 1

Website: http://www.switzerland.com/en.cfm/homePanorama Econômico

A Suíça é um dos países mais ricos do mundo em termos de renda per capita (que é o PIB total dividido pela população do país).

Em 2009, produziu 488.000 milhões dólar do débito total. Tão pequeno que seja, em uma base por pessoa, orgulha-se de um PIB de 43.195 dólares, que é o sétimo maior do mundo.

Seus principais parceiros comerciais são a Alemanha, os EUA, França, Itália, Áustria, Rússia e Reino Unido. Como o Japão, a Suíça também é altamente dependente de suas exportações, que representam cerca de 247,2 bilhões dólares, ou 50,2% do seu PIB.

As principais indústrias da Suíça são de máquinas, produtos químicos, têxteis, instrumentos de precisão e relógios. Não se ria com a última - que realmente compreende um grande pedaço de saídas da Suíça! Enfim, é hora de seguir em frente!

Política Monetária e Política Fiscal

O Banco Nacional Suíço (SNB http://www.snb.ch/en/iabout/snb), que é actualmente presidido pelo Sr. Philip Hildebrand, conduz a política monetária do país, influenciando e condições de crédito monetário do país.

O Conselho de Administração, que é responsável por determinar as políticas do Banco, é constituído por três membros - o Presidente, Vice-Presidente, e um terceiro membro. É isso mesmo - apenas três pessoas fazem parte da diretoria!

Diferentemente da maioria dos bancos centrais, o SNB define um intervalo alvo para a taxa de juros desejada (também chamado de Libor) ao invés de um valor fixo por três meses.

Um demasiado forte CHF poderia causar inflação e também poderia prejudicar as exportações do país. Com uma forte aposta da Suíça em suas exportações, o SNB não hesitará em intervir no mercado cambial para enfraquecê-lo.

Uma das principais políticas monetárias do SNB é a meta de inflação. A meta de inflação do banco, que é monitorado no CPI, é abaixo de 2% ao ano.

O banco irá, em seguida, tentar influenciar a taxa de inflação do país através de operações de mercado aberto e ajustando a taxa Libor.

Falando de operações de mercado aberto, o banco influencia a taxa Libor através de transações de recompra a curto prazo (repo). A transação envolve a venda de um título particular para o dinheiro e concorda em recomprar os mesmos títulos numa data posterior.

Se a taxa de juros no mercado aberto sobe mais do que o SBN requeriu, o banco central irá fornecer a outros bancos com maior liquidez através de operações repo a taxas mais baixas de recompra.

Por outro lado, o SNB pode reduzir a liquidez, aumentando a taxa repo, eventualmente, aumentando a taxa Libor também.

No lado fiscal, uma política fiscal atraente que a Suíça tem é que eles têm alguns dos impostos mais baixos entre as nações desenvolvidas. Na verdade, é muitas vezes referido como a nação do "paraíso fiscal".

Taxas de impostos na Suíça vão de 8,5% a 10%. Isto, além de suas leis de sigilo bancário, que faz da Suíça um dos países mais favoráveis à atividade comercial no mundo.

Conhecendo o CHF

Não muito tempo atrás, a França, Bélgica e Luxemburgo também tinham seus francos, até que eles adotaram o euro. Atualmente, a Suíça é o único país a usar o franco como moeda, o franco suíço (CHF).

Entre os nerds financeiros, o franco suíço é conhecido como "Swissy".

Graças à neutralidade da Suíça...

suíça é consideada politicamente neutra, devido a suas leis de sigilo bancário, dando ao CHF um status de "porto-seguro" também. Normalmente, em tempos de incerteza econômica, os investiores movimentam seus fundos para a Suíça, fazendo o CHF ganhar valor.

Eu ainda estou preso à era do "bling-bling!"

Os suíços não apenas recusaram aderir à UE como também é o único país que está ligado a um padrão-ouro.

Cerca de 25% do dinheiro do país é feito com reservas de ouro, dando ao CHF uma correlação de 80% com o preço do ouro. Isto significa que sempre que o preço do ouro sobe, o CHF também é beneficiado.

Indicadores econômicos importantes para o CHFPIB - O Produto Interno Bruto (PIB) é a medida do valor total, de todos os bens e serviços finais do país. O relatório avalia a mudança na economia em relação ao período anterior.

As vendas no varejo - O relatório de vendas de varejo mede a variação mensal do valor total das vendas a nível de varejo.

Consumer Price Index (CPI) - O IPC mede a variação nos preços dos bens e serviços. O IPC é seguido de perto pelo SNB, que utiliza o relatório para ajudar na sua análise da inflação.

Balança Comercial - O saldo total da balança comercial mede a diferença de valor entre as mercadorias exportadas e importadas no país. A Suíça tem uma indústria de exportação muito forte e os traders usam frequentemente a balança comercial do país para medir quão bem a economia está se saindo.

O que move o CHFPreço do Ouro

Como mencionado anteriormente, o CHF tem uma correlação de 80% com o preço do ouro, pois 25% das reservas suíças é feito de ouro. Quando os preços do ouro sobem, o CHF geralmente sobe também. Inversamente, quando os preços do ouro caem, o CHF também cai.

Desenvolvimentos na Zona Euro e nos EUA

Como a Suíça é um país dependente de exportações, ela é muito afetada pelo desenvolvimento econômico de seus principais parceiros comerciais, que são, além dos EUA, a Alemanha (21,2%), França (8,2%), Itália (7,9%) e Áustria (4,5%).

Os EUA, entretanto, leva cerca de 8,7% das exportações da Suíça. O mau desempenho econômico em qualquer um desses países poderia significar menos negócios para a Suíça.

Tensões políticas

Tensão política entre seus vizinhos da Europa, particularmente entre os da zona do euro, podem fazer com que os traders busquem segurança no Swissy.

Lembre-se que a zona do euro é uma irmandade de 16 estados com o BCE dirigindo e implementando o conjunto de políticas monetárias de todo o grupo.

Dado que as economias dos países-membros crescem em ritmos diferentes, as políticas do BCE, por vezes, vai contra o que uma única nação necessita naquele momento.

O fator X

USD/CHF é também afetado pelas taxas de câmbio cruzadas como o EUR/CHF. Um aumento na valorização do EUR, devido a uma alta taxa de juros do BCE, por exemplo, poderia sinalizar a fraqueza do Swiss e ajudar outras operações como no USD/CHF.

Fusões e aquisições (M&A)

A principal indústria da Suíça é a bancária e financeira. Fusões e aquisições (M & A) ou simplesmente a compra e venda de empresas são muito comuns.

Como isso pode afetar o preço do CHF?

Por exemplo, se uma empresa estrangeia que pretenda adquirir uma empresa na Suíça, ela terá que pagar com CHF. Por outro lado, se um banco suíço pretende adquirir uma empresa dos EUA, terá que trocar seus CHF por USD.

Negociação USD/CHF

O USD/CHF é comercializado em montantes denominados em dólares. Lotes de tamanho padrão são 100.000 USD, enquanto os de tamanho mini lote são de $ 10.000 USD.

O valor do pip, que é denominado em francos suíços, é calculado dividindo-se 1 pip (0.0001) pela taxa USD/CHF atual.

Ganhos e perdas são denominados em francos suíços. Para uma posição em um lote padrão cada pip é avaliada em 10 CHF. Para uma posição tamanho mini muito, cada flutuação pip vale 1 CHF. Para ilustrar, se a taxa de mercado prevalecentes no valor de USD / CHF está 1,0600 e quiser negociar um lote padrão, um pip seria equivalente a US $ 9,4340.

Os cálculos das margens são geralmente em dólares. No alavancagem de 100:1, você precisa de 1.000 USD para controlar 100.000 USD em operações USD/CHF.

Táticas de Negociação USD/CHF

Os pares Swissy (USD/CHF e EUR/CHF) geralmente são ativos durante a sessão europeia apenas. Ambos os pares de moedas tendem a variar na maior parte do tempo. Diante disso, na sua maioria são sensíveis a picos repentinos e fugas.

Como mencionamos anteriormente, o SNB é muito interessado em acompanhar a valorização do Swissy. É notoriamente conhecido por intervir no mercado cambial para enfraquecer o CHF, especialmente quando atinge alguns níveis históricos chave.

Por exemplo, se USD/CHF volta para o seu ano de baixa devido a um aumento da aversão ao risco, o SNB poderia ser apenas à espreita para empurrar para trás o par para cima.

Você também pode trocar o Swissy monitorando os fundamentos econômicos de seu maior parceiro comercial, a zona euro. Qualquer tensão econômica ou política, na zona do euro poderia levar os investidores de volta para a segurança do Swissy.

Diante disso, cruzamentos como EUR/CHF poderiam também ser usados para o comércio, por exemplo, do USD/CHF. A subida das taxas pelo BCE, que impulsiona EUR/CHF também pode influenciar o USD/CHF.



Original: http://www.babypips.com/school/switzerland.html

Maiores Econômias Mundiais - Nova Zelândia

Nova Zelândia

Se você já viu o Senhor dos Anéis, você provavelmente sabe que Middle Earth se localiza em algum lugar das colinas da Nova Zelândia.

Mais do que a casa de Frodo Baggins e de seus amigos, Nova Zelândia é um dos poucos vizinhos da Austrália, e se localiza na região sul do Pacífico.

O país é feito por duas ilhas, a Ilha Norte e a Ilha Sul e por muitas outras ilhas menores.

Famoso por hospedar uma população maior de ovelhas do que de pessoas, Nova Zelândia é a casa 4 de milhões de residentes. Para colocar isto em perspectiva, apenas Nova Iorque tem uma população de 8,4 milhões de pessoas em 2009.

Nova Zelândia é também conhecida como Aotearoa, que significa "Terra da Grande Nuvem Branca" em Maori, uma das maiores linguagens do país.

Nova Zelândia: fatos, números e recursosVizinhos: Austrália, Fiji, Tonga

Tamanho: 104.454 milhas quadradas

População: 4.268.600

Densidade: 40,9 habitantes por milha quadrada

Capital: Wellington (população do município 179.466)

Chefe de Estado: rainha Elizabeth II

Chefe de Governo: Primeiro-ministro John Key.

Moeda: Dólar da Nova Zelândia (NZD).

Principais importações: máquinas e equipamentos, veículos e aviões, petróleo, produtos eletrônicos, têxteis, plásticos.

Principais exportações: Russell Crowe, minérios e metais, alimentos e animais vivos lã, combustíveis, máquinas e equipamentos de transporte.

Parceiros de Importação: Alemanha 13,5%, EUA 10,2%, França 8,1%, 6,3%, Países Baixos, Bélgica 4,9%, Itália 4,7%.

Parceiros de Exportação: EUA 15,7%, Alemanha 10,5%, França 9,5%, Países Baixos 6,9%, 6,5% na Irlanda, Bélgica 5,6%, Espanha 4,4%, Itália 4,4%.

Fuso Horário: GMT 12.

Website: http://www.newzealand.govt.nzPanorama Econômico

Com uma população pequena, a economia da Nova Zelândia também é relativamente pequena. O seu PIB, que é avaliado em 182 bilhões de NZD em 2009, está em 60º entre as economias do mundo. Mas não subestime a Nova Zelândia... Este país é um forte jogador no mercado!

A atividade econômica é altamente dependente do comércio, principalmente com a Land Down Under (Austrália), com a Terra do Sol Nascente (Japão) e com o Tio Sam (EUA). É uma economia movida pela exportação, tendo os seus principais produtos como minérios, metais e a lã formando um terço do seu PIB. Ela também exporta grande parte dos de carne e de seus produtos lácteos.

Suas inddústrias principais são a agricultura e o turismo, e eles têm um pequeno desenvolvimento em setores teconógicos. Por isso, as importações de outros países são em sua maioria máquinas pesadas, equipamentos, veículos e produtos eletrônicos.

Como o país eliminou muitas barreiras ao investimento estrangeiro, o Banco Mundial elogiou a Nova Zelândia por ser um dos países mais favoráveis aos negócios no mundo, seguido da Singapura.

Política Monetária e Política Fiscal

O Banco de Reserva da Nova Zelândia (RBNZ http://www.rbnz.govt.nz/) é responsável pela política monetária e fiscal do país. Atualmente presidida pelo governador Alan Bollard, o RBNZ realiza reuniões de política monetária oito vezes por ano. O RBNZ é encarregado de manter a estabilidade dos preços, das taxas de juros e das taxas cambiais.

Para atingir a estabilidade dos preços, o RBNZ deve garantir que a inflação anual cumpra uma meta de 1,5% do banco central... caso contrário, o governo tem o direito de tirar o Governador do RBNZ do cargo.

O RBNZ tem as seguintes ferramentas em seu arsenal de política monetária:

A taxa oficial de caixa (OCR), que afeta a taxas de juros a curto prazo, é definida pelo Governador RBNZ. Ao emprestar 25 pontos bases acima ou 25 pontos abaixo da OCR para bancos comerciais, o banco central pode então controlar a taxa de juros oferecida a indivíduos e empresas.

Operações de mercado aberto são usadas para atingir a meta em dinheiro ou o montante das reservas em bancos centrais. Pela previsão da meta de caixa diário, o RBNZ é capaz de calcular quanto dinheiro injetar na economia a fim de atingir a meta.

Conhecendo o NZD

O dólar neozelandês é apelidade de "Kiwi". É um pássaro! É um avião! Não, espere, isso é realmente um pássaro. O Kiwi também é o símbolo nacional da Nova Zelândia... vamos nos concentrar no Kiwi como moeda e em suas características importantes.

Mostre-me as matérias primas!

Visto que a economia da Nova Zelândia é majoritariamente dependente de suas exportações de matérias-primas e produtos agrícolas, o desempenho econômico da região está relacionado aos preços das matérias primas.

Se os produtos das matérias primas sobem, então a quantidade de dinheiro pago para as exportações da Nova Zelândia também sobe, o que faz uma cotribuição ao PIB do país. Um PIB superior reflete um forte desempenho econômico, o que poderia levar a uma apreciação do Kiwi.

Por outro lado, se os preços das matérias primas cairem, os preços para exportação cai, e faz uma diminuição no PIB. Um PIB mais baixo pode fazer o Kiwi depreciar.

Eu ando de mãos dadas com o AUD

Uma vez que a Austrália é o maior parceiro de comércio da Nova Zelândia, o desempenho econômico da Austrália tem um enorme impacto na Nova Zelândia.

Por exemplo, quando a economia australiana vai bem, as empresas australianas aumentam suas atividades de importação, e quem se beneficia principalmente com isso? A Nova Zelândia!

...E como o AUD, eu gosto de carry trades!

Assim como a Austrália, a Nova Zelândia tem juros mais altos em comparação com grandes economias, como os EUA, Reino Unido e Japão.

Diferenciais de taxas de juros entre as economias, muitas vezes servem como indicadores dos fluxos de dinheiro. Como os investidores preferem receber retornos mais elevados, eles vendem os investimentos de menor rendimento em troca de ativos ou moedas de maior rendimento. Em outras palavras, quanto maior a taxa de juros, mais dinheiro pode-se ganhar com carry trade.

Eu gostaria de maior migração, por favor!

Como a população da Nova Zelândia é menor que a metado do número de pessoas que vivem em Nova Iorque, um aumento na migração para o país tem um enorme efeito sobre a economia. Como a população cresce, aumenta-se a demanda por bens de consumo e serviços em geral.

Eu sou sensível ao tempo também

A economia da Nova Zelândia é também amplamente impulsionada pela sua indústria agrícola, o que significa que condições climáticas severas, como as secas, têm um enorme impacto negativo sobre a economia inteira. Essas ondas de calor também são prevalentes na Austrália, que é mais frequentemente atingida por incêndios florestais, custando cerca de 1% do seu PIB em perdas e danos. Essas coisas não fazem bem ao NZD. 
 
Indicadores econômicos importantes para a NZDProduto Interno Bruto - Assim como qualquer outra nação, o produto interno bruto (PIB), serve como um cartão de relatório econômico para a Nova Zelândia. E servindo como um indicador do desempenho econômico global para a Nova Zelândia, influencia a demanda por NZD.

Consumer Price Index (CPI) - O índice de preços ao consumidor mede a variação nos níveis de preços. Como a medida da inflação, é acompanhado de perto pela RBNZ para determinar mudanças na política monetária. O intento deles é supostamente manter a estabilidade dos preços, se lembra?

Balança Comercial - Como a Nova Zelândia é uma economia orientada à exportação, os comerciantes, muitas vezes dão uma olhada em sua balança comercial para avaliar a demanda internacional por produtos de Nova Zelândia.

O que move o NZD?Crescimento Económico

Um crescimento positivo do PIB reflete em uma forte posição econômica da Nova Zelândia, aumentando a demanda por sua moeda. Um crescimento negativo do PIB destaca o fraco desempenho econômico do país, o que implica em uma redução da procura por a NZD.

Aumento das exportações

Uma maior demanda por produtos da Nova Zelândia muitas vezes resulta em um PIB maior, que então aumenta o NZD. Em contraste, as exportações mais baixas fazem uma pequena contribuição para o PIB, fazendo com que o valor do NZD venha a cair.

Aumento nos preços das matérias primas

O aumento dos preços das matérias primas faz com que o valor monetário das exportações da Nova Zelândia subam, empurrando seu PIB para cima. A queda dos preços das matérias primas, por outro lado, faz com que o valor monetário das exportações a cai, arrastando seu PIB para baixo.

Negociação NZD/USD

O NZD/USD é comercializado em posições denominadas em dólares dos EUA.

O valor do pip é calculado dividindo-se um pip de USD/NZD (que é 0,0001!) pela atual cotação do NZD/USD.

Ganhos e perdas são contabilizados em dólares dos EUA. Em uma posição padrão de 100.000 NZD/USD, cada pip vale $ 10,00 enquanto em uma posição mini, de 10.000 NZD/USD, cada pip equivale a $ 1,00.

Os cálculos das margens são baseados em dólares dos EUA. Por exemplo, se a taxa atual de NZD/USD é de 0,7000 e a alavancagem é de 100:1, 700 USD serão necessários como margem para uma posição de EUR 100.000. A posição 10.000 NZD exige 70 USD.

Você vê, por causa do valor relativamente baixo do Kiwi em relação ao dólar dos EUA, que exige o mínimo de margem disponível comparado a outros pares. Isso significa que é mais barato negociar Kiwi!

Táticas de comércio do NZD/USD

Fortes relatórios econômicos da Nova Zelândia resultam em uma variação do NZD, então isto dá uma boa chance de que sai como o esperado, poderia ser um sinal para comprar NZD/USD.

Relatórios econômicos fracos, por outro lado, empurram o NZD para baixo. Se um próximo relatório será mais fraco que o esperado, esta poderia ser uma chance de vender NZD/USD.

Além de ver os relatórios econômicos, levar em conta o comportamento dos preços das matérias primas também pode servir como sinais de comércio do NZD/USD.

Na maioria das vezes, os preços das matérias primas surgem quando a demanda por ativos mais arriscados é forte. Durante estes tempos, os investidores colocam seu dinheiro em ativos de maior rendimento, como o ouro e outras matérias primas e vendem o menor rendimento do dólar.

Por outro lado, quando as forças de aversão ao risco dos investidores são maiores e eles vão para o USD, o NZD fica menor em relação ao dólar.

Assim como o AUD, o NZD é também um bom candidato ao carry trade. Como carry trades envolvem a compra de uma moeda com altas taxas de juros e a venda de uma moeda com baixas taxas de juros, a taxa de juros da Nova Zelândia são relativamente mais elevadas entre as moedas maiores.
 

Maiores Econômias Mundiais - Austrália

Austrália

Oficialmente conhecida como Comunidade da Austrália, a Austrália pode ser encontrada no Hemisfério Sul, a Sudeste da Ásia.

Considerada a maior ilha do mundo, a Austrália é o único país que governa um continente inteiro!

Antes da vinda de colonos da Europa em 1788, povos aborígenes habitavam a maior parte do país.

Desde então, pessoas de todo o mundo têm migrado para a Austrália, que a tornou um dos países com maior diversidade cultural do mundo. Agora, a Austrália é lar de pessoas de 200 países diferentes.

Por último, e provavelmente mais importante, a Austrália é conhecida por produzir atores como Mel Gibson, o Coração Valente; Hugh Jackman, o Wolverine; e Heath Ledger, o Coringa!

Austrália: fatos, números e recursosVizinhos: Nova Zelândia, Papua Nova Guiné e Indonésia.

Tamanho: 2.969.907 milhas quadradas

Densidade: 7,2 habitantes por milha quadrada

Capital: Canberra (população 323.056)

Chefe de Estado: rainha Elizabeth II

Chefe de Governo: Primeiro-Ministro Julia Gillard

Moeda: dólar da Austrália (AUD)

Principais importações: Máquinas e transporte, telecomunicações e equipamentos elétricos, petróleo e produtos de petróleo bruto.

Principais exportações: minérios e metais, alimentos e animais vivos lã, combustíveis, máquinas e equipamentos de transporte, Hugh Jackman, Nicole Kidman, Heath Ledger.

Parceiros de Importação: 15,4% na China, EUA 12,1%, o Japão 9,1%, Cingapura 7%, Alemanha 5,1%, Tailândia 4,5%, Reino Unido 4,4%, Malásia 4,1%

Parceiros de Exportação: 22,2% Japão, China 14,6%, Sul 8,2%, Coréia, Índia 6,1%, EUA 5,5%, 4,3% da Nova Zelândia, Reino Unido 4,2%

Fuso Horário: GMT 10

Website: http://www.australia.gov.au 
 
Panorama Econômico

Comparado aos países do G7, a economia global da Austrália é relativamente pequena. Segundo o Banco Mundial, no entanto, em uma base por pessoa, seu PIB é ainda maior do que o Reino Unido, Alemanha e até mesmo que os EUA!

Nos últimos quinze anos ou mais, a economia da Austrália cresceu uma média de 3,6% ao ano, bem acima da média mundial de 2,5%. Não admira que foi o primeiro lugar em 2008, no Instituto Legatum do Índice de Prosperidade!

A economia da Austrália é altamente orientada a serviços, com quase 69% do seu PIB vindo das indústrias, finanças, educação e turismo.

Apesar de ter uma indústria de exportação muito forte e estelar crescimento, a Austrália tem sido notoriamente famosa por sempre ter um elevado déficit em conta corrente. Isto significa que a Austrália está usando mais recursos de outras economias para satisfazer o seu próprio consumo interno.

Política Monetária e Política Fiscal

O Reserve Bank of Australia (RBA http://www.rba.gov.au/) é o principal órgão regulador da Austrália, quando se trata de política fiscal e monetária. O objetivo do RBA é triplo:

1. Manter as taxas de câmbio estáveis

2. Assegurar o crescimento

3. Manter o pleno emprego

Para fazer isso, o banco acredita que a taxa de inflação anual do país deve ser mantida dentro de 2-3%. Ao manter rédea curta sobre a inflação, o valor de sua moeda nacional é garantido, o que acabará por levar a um crescimento económico sustentável.

Como a RBA fazem para ter certeza que a inflação é controlada? Duas maneiras: ajustar a taxa de caixa e a realização de operações de mercado aberto.

A taxa de caixa é uma variação da taxa de juros.

Operações de mercado aberto, por outro lado, é a forma como a RBA controla a oferta da moeda através da compra e venda de empréstimos do governo ou outros ativos financeiros. Com exceção de janeiro, o RBA se reúne mensalmente para discutir as alterações que vai fazer na política monetária.

Para tornar isso mais fácil de entender, tomemos este exemplo simples. Digamos que a inflação na Austrália está aumentando muito mais rápido do que o que o banco quer. A fim de suprimir a taxa de inflação alta, o banco decidiu elevar a taxa de caixa, que vai efetivamente aumentar o custo dos empréstimos contraídos por mutuários.

Naturalmente, este movimento vai baixar o tom da concessão de empréstimos, diminuindo o total de dinheiro em circulação. E a regra da oferta e demanda nos diz que quanto mais escasso, maior o valor.

Conhecendo o AUD

Mesmo que eles tenham estações misturadas, os australianos estão sempre prontos para jogar. Bem, isso ocorre principalmente porque o mercado australiano é o primeiro a abrir todas as semanas! O dólar australiano é chamado também de Aussie.

Eu sou chamado de dólar de materias-primas por uma razão...

Uma característica importante do AUD é que tem uma alta correlação positiva com os preços do ouro. A razão por trás disso é que a Austrália é o terceiro maior produtor de ouro do mundo com o metal brilhante compondo mais de 55% de suas exportações totais. 
 
Isso se traduz em 12 bilhões de AUD por ano. Como resultado, sempre que o preço do ouro sobe ou cai, o AUD o acompanha.

Eu sou um dos melhores candidatos para o carry trade

Entre as principais moedas, o AUD é conhecido por ter a taxa de juros alta. Isso o torna um dos favoritos para o carry trade, que é a prática de compra de uma moeda com uma alta taxa de juros em troca de uma moeda com baixa taxa de juros.

Eu só estou acordado um par de horas por dia...

A maior parte do movimento do AUD acontece durante a sessão asiática, o momento em que dados econômicos da Austrália são liberados. A menos que haja alguma notícia importante durante a sessão europeia ou dos EUA, o AUD normalmente passa grande parte do tempo em variação.

Mas o mau tempo é um dos meus piores inimigos

Dada a economia baseada em matérias primas da Austrália, as condições meteorológicas desfavoráveis tendem a colocar uma pressão séria sobre o crescimento da Austrália.

Mas quão fortemente as questões climáticas na Austrália afetam o AUD?

Bem, vamos apenas dizer que durante a seca australiana de 2002, o AUD/USD caiu para 0,4770 - que é quase metade da sua taxa de câmbio atual!

Indicadores econômicos importantes para a AustráliaÍndice de Preços ao Consumidor - Como o principal objetivo do RBA é controlar a inflação, o IPC, que mede a variação global no preço dos bens de consumo e serviços, é acompanhado de perto pelo banco.

Balança Comercial - Como a Austrália tem um setor de comércio extremamente robusto, é de grande importância que os traders de forex e funcionários do banco tendem a acompanhar as mudanças no país no que diz respeito a níveis de exportação e de importação.

Produto Interno Bruto - Mede o desempenho da economia da Austrália. Resultados positivos indicam crescimento econômico enquanto leituras negativas significam contração econômica.

Taxa de Desemprego - A taxa de desemprego diz quantas pessoas na Austrália estão sem emprego. O número de pessoas empregadas, ou seja, desempregados nesta causa, tem uma alta correlação com a atividade econômica. Uma pessoa sem um emprego significa que ele tem menos dinheiro disponível para gastar.

O que move os AUDEconomia e Perspectivas de Taxa de Juros

O AUD é grandemente afetada por fatores macroeconômicos, como a retórica política monetária, as taxas de juros e os dados económicos.

Na negociação o AUD, sempre dê especial atenção para as perspectivas de taxa de juros. Os comentários feitos por funcionários da RBA sobre as taxas de juros, por exemplo, poderiam criar um forte impacto sobre o AUD.

Economia da China

Durante a maior parte da última década, a China tem passado por um crescimento maciço. A fim de fabricar produtos, a China compra muita matéria-prima como carvão e ferro da Austrália.

Para a China comprar matérias-primas provenientes da Austrália, ele deve primeiro trocar a sua moeda local por AUD. Isto significa que uma maior demanda por produtos chineses tendem a sustentar o valor de AUD.

Da mesma forma, um declínio na demanda por produtos chineses poderia levar a uma queda no valor de AUD.

Dados da Nova Zelândia

Em menor escala, os dados da Nova Zelândia influenciam a ação do preço do AUD. Tome nota que a economia da Nova Zelândia é muito semelhante ao da Asutrália, o que torna suas moedas positivamente correlacionadas.

Com isso dito, é importante estar ciente dos dados mais relevantes vindos da Nova Zelândia, o que poderia indiretamente causar um movimento no AUD.

Negociação AUD/USD

AUD/USD é comercializado em valores denominados em dólares australianos. O lote padrão é de 100.000 AUD e o mini lote é de 10.000 AUD.

O valor do pip, que é denominado em dólares dos EUA, é calculado dividindo-se um pip de AUD/USD (que é 0,0001) pela cotação atual de AUD/USD.

Ganhos e perdas são denominados em dólares dos EUA. Para uma posição em um lote padrão, cada pip equivale a 10 USD. Para uma posição em um mini lote, cada pip equivale a 1 USD.

Os cálculos das margens estão baseados em dólares dos EUA. Por exemplo, se o atual AUD/USD for 0,9000 e a alavancagem é de 100:1, 900 dólares serão necessários para que a margem esteja disponível e então se possa operar em um lote de 100.000 AUD. No entanto, conforme aumenta o AUD/USD, uma maior margem em USD é necessária. Em contrapartida, quanto menor a taxa de AUD/USD, menos será exigido para a margem.

Táticas de Negociação do AUD/USD

Uma vez que o AUD é um dos melhores candidatos para operações de carry trade, que é a compra de uma moeda com altas taxas de juros e a venda de uma moeda com baixas taxas de juros, AUD / USD é altamente afetado por cruzamentos.

Como você pode usar isso a seu favor?

Bem, uma quebra de um significativo nível de suporte em AUD/JPY, poderia ser um bom sinal para vender AUD/USD!

Outra coisa a considerar quando se negocia AUD/USD são os dados que saem da Nova Zelândia. Devido à proximidade da Austrália e a suas relações comerciais, dados econômicos positivos da Nova Zelândia normalmente ajuda a empurrar o valor de AUD para cima.

Isso significa que relatórios econômicos melhores do que o esperado vindos da Nova Zelândia poderiam ser vistos como um bom sinal para comprar o AUD. Por outro lado, os dados economicos pobres de Nova Zelândia podem ser um motivo para vender o AUD.

Por último, é bom levar algum tempo analisando os preços de materis-primas, especialmente o do ouro. Mais frequentemente, o preço do AUD acompanha o do ouro.

Isto significa que sempre que o ouro sobe em valor, AUD/USD poderá subir logo após! Claro que, quando o valor do ouro cai, a AUD tende também segue-o.



Original: http://www.babypips.com/school/australia.html
 

Maiores Econômias Mundiais - Canadá

Canadá

Oh Canadá... amigável, de natureza exuberante, sob influência francesa, amigo semi-congelado do Tio Sam. É um lugar conhecido por ter criado algumas das coisas mais incríveis do mundo, como o basquete, beisebol entre outras coisas.

Canadá, país que ocupa a maior parte da América do Norte, se estende desde o Oceano Atlântico até o Oceano Pacífico. É composto por dez províncias e três territórios, e é considerado um dos países mais desenvolvidos do mundo.

Em termos de massa terrestre, o Canadá é o segundo do mundo, atrás apenas da gigante Rússia! Dada a sua dimensão e contribuições no mundo, você pode imaginar como sua moeda nacional, o dólar canadense é importante para o mundo forex.

Canadá: fatos, números e recursosVizinhos: Estados Unidos da América

Tamanho: 3.855.101 milhas quadradas

População: 33.311.389

Densidade: 8,6 habitantes por milha quadrada

Capital: Ottawa

Chefe de Estado: rainha Elizabeth II, representada pelo General Michaelle Jean-governador

O primeiro-ministro: Stephen Harper

Moeda: dólar canadense (CAD)

Principais importações: máquinas e equipamentos, veículos e autopeças, eletrônicos, petróleo, produtos químicos, eletricidade, bens de consumo duráveis.

Principais exportações: veículos e autopeças, máquinas industriais, aeronaves, equipamentos de telecomunicações, eletrônicos, produtos químicos, plásticos, fertilizantes, celulose, madeira, petróleo bruto, gás natural, eletricidade, alumínio, Steve Nash, Sidney Crosby.

Parceiros de Importações: EUA 54,1%, China 9,4%, México 4,2%.

Parceiros de Exportações: EUA 78,9%, Reino Unido 2,8%, China 2,1%

Fusos horários: GMT -8, GMT -7, -6 GMT, GMT -5, -4 GMT

Website: http://www.canada.gc.ca/home.html 
 
Panorama Econômico

O Canadá é considerado um país baseado em recursos, o que significa que maior parte do crescimento econômico que experimentou desde o seu início veio a partir da utilização e exportação de seus próprios recursos naturais.

Segundo o FMI, economia do Canadá é a oitava do mundo, tornando-se parte do G8 mundial. É considerado como o quinto maior produtor de ouro e décimo quarto maior produtor de petróleo. 
 
Apesar de seu robusto setor industrial e de manufatura, a maior parte do PIB canadense vem de seu setor de serviços. Seu setor de serviços avançados emprega três em cada quatro trabalhadores canadenses e representa 70% do PIB do país. Da próxima ve que encontrar um canadense, faça uma aposta com ele, apostando que ele trabalha no setor de serviços. Mais frequentemente do que não, você vencerá.

A economia do Canadá realmente começou em janeiro de 1989, quando o Acordo de Livre Comércio entrou em vigor. O acordo, basicamente, removeu todas as tarifas (que é o imposto que incide sobre o comércio) entre os EUA e o Canadá. Com efeito, o Canadá já exporta algo como 80% dos seus bens para os EUA.

Política Monetária e Política Fiscal

O Banco do Canadá (BOC http://www.bankofcanada.ca/en) é o órgão principal quando se trata de determinar a política monetária do país. As decisões sobre a política monetária são feitas pelo Conselho do BCE, que é composto pelo governador do banco, e por outros 5 chefes importantes.

Diferentemente da maioria dos outros bancos centrais, o BOC não tem horário definido para fazer alterações em suas políticas. O conselho se reune a cada dia de trabalho e pode alterar a política monetária ao seu gosto a qualquer momento.

O intento básico do banco é similar aos outros bancos centrais, pretendendo se certificar de que o valor do dólar canadense é estável e que a taxa de inflação do país esteja dentro de sua meta de 1-3%. O BOC faz isso através de operações de mercado aberto e constante adaptação da taxa bancária.

O BOC implementa suas operações de mercado aberto utilizando um método chamado Large Value Transfer System (LVTS). O LVTS permite aos bancos comerciais por todo o Canadá tomarem emprestado e emprestar dinheiro uns aos outros para que eles pudessem fazer suas operações diárias. Agora, a taxa de juros cobrada nessas operações é chamada de taxa bancária. Ao alterar a taxa bancária, o COB poderá, basicamente, controlar o fluxo de dinheiro na economia.

Para ilustrar isso, vamos dizer que a taxa do banco é fixada em 2,00%. Em uma de suas reuniões, o COB entende que o CAD está a perder valor muito mais rápido que o esperado, o que está fazendo com que as empresas aumentem o preço dos produtos que vendem e dos serviços que oferecem. A BOC então decide aumentar a taxa para 2,50%.

Ao aumentar a taxa bancária, os juros devem ser pagos aos credores. Uma vez que há menos dinheiro nos bolsos dos consumidores, há chance deles diminuirem os gastos, evitando a inflação. Seria um prejuízo aumentar o preço quando ninguém compra, não é?

Conhecendo o CAD

O CAD é apelidado de Loonie, que é o pássaro nacional do Canadá... Bem, isso é porque esse é o desenho gravado nas moedas do Canadá! Confira estas outras propriedades legais do Loonie:

O Petróleo e Eu

Historicamente, o preço do petróleo tem sido altamente correlacionado com o USD/CAD. A regra geral é que sempre que os preços do petróleo começam a subir, o CAD normalmente o segue. Se o petróleo deverá aumentar ao longo dos próximos dois anos, um bom negócio seria vender USD/CAD!

Meus horários de trabalho são curtos

O USD/CAD tem sido conhecido por mover-se em escalas apertadas, na maior parte do dia. É somente quando ocorre a sobreposição entre a sessão europeia e a sessão americana que o par se move.

...Como o meu melhor amigo, o USD...

Um fator-chave para se notar quando se negocia USD/CAD é que sua direção está intimamente ligada à economia dos EUA. Lembre-se, mais do que vizinhos próximos, os EUA e o Canadá fazem pesados comércios entre si. Quando a economia dos EUA tem um bom crescimento, a economia canadense geralmente a segue. Então, quando você quiser negociar o CAD, é bom ver o que está ocorrendo nos EUA.

Mas ainda estou mal-humorado durante a sessão dos EUA.

O CAD geralmente não começa a mover-se antes da sessão americana, em torno de 1:00 pm GMT. O CAD oferece pouco movimento durante a sessão asiática e na manhã da sessão europeia.

Indicadores econômicos importantes para o CADConsumer Price Index (CPI) - Semelhante a outros bancos centrais, o Banco do Canadá tem por objetivo o controle da inflação. Uma vez que o índice de preços ao consumidor acompanha o aumento (ou redução) dos preços dos bens de consumo e serviço, o relatório é acompanhado de perto pelos traders da moeda.

Produto Interno Bruto (PIB) - O PIB é a medida mais ampla da atividade econômica do Canadá. Indica se há crescimento ou não.

Balança Comercial - Assim como outros países com base em matérias primas, a economia do Canadá é altamente suscetível a alterações na sua atividade de exportação e importação.

Ivey Purchasing Managers' Index (PMI) - O PMI é uma pesquisa de opinião para ver se as empresas estão otimistas ou pessimistas sobre a economia. Um resultado acima de 50,0 significa que as condições no setor empresarial estão a crescer enquanto abaixo de 50,0 indica o contrário.

O que move os CAD?Dados Econômicos dos EUA

Dados econômicos dos EUA geralmente imprime pontos positivos ou negativos ao mesmo tempo que os dados canadenses. Por um lado, dados negativos dos EUA juntamente com dados positivos do Canadá podem levar a uma queda acentuada no valor do USD/CAD. Por outro lado, dados positivos dos EUA e negativos do Canadá podem fazer com que USD/CAD suba!

Fusões e aquisições

Devido à proximidade entre os EUA e o Canadá, fusões e aquisições acontecem com bastante frequência. Estes causam um enorme fluxo de dinheiro entre os dois países, que criam um efeito significativo sobre o mercado cambial.

Por exemplo, para uma empresa dos EUA comprar uma empresa canadense, primeiro ela deve trocar os dólares dos EUA pelo dólar Canadense para concluir a transação. Imagine a quantidade de dinheiro que flui através do mercado de câmbio apenas para fechar negócios!

Negociação USD/CAD

USD/CAD é comercializado em valores determinados em dólares. O lote padrão é de 100.000 USD e lotes mini são de 10.000 USD.

O valor do pip, que é denominado em dólares canadenses, é calculado dividindo-se um pip do USD/CAD (que é 0,0001) pela taxa atual do USD/CAD.

Ganhos e perdas são denominados em dólares canadenses. Para um lote padrão, cada movimento do pip vale 10 CAD. Para uma posição em lote mini, cada movimento do pip vale 1 CAD. Por exemplo, se a atual taxa de câmbio do USD/CAD é de 1,100 e se queira negociar no lote padrão, então um pip equivale a 6,72 dólares.

Os cálculos das margens são baseados em dólares dos EUA. Com uma alavancagem de 100:1, 1.000 dólares americanos são necessários para operar 100.000 USD/CAD.

Táticas de Negociação USD/CAD

Uma vez que USD/CAD é somente ativo durante a sessão americana, o par é altamente suscetível a falsas fugas durante as outras duas sessões. Isto significa que uma ruptura em um nível de apoio significativo no USD/CAD durante a manhã da sessão europeia, mais frequentemente, é apenas uma falsa fuga.

Observar as diferenças nos resultados dos dados econômicos entre os EUA e o Canadá também é uma ótima prática para determinar para onde o USD/CAD irá se dirigir. Como ambos os dados dos EUA e do Canadá são liberados apenas algumas horas ou minutos após, as variações tendem a resultar em movimentos direcionais.

Por exemplo, os dados negatios dos EUA com os dados positivos do Canadá seria uma boa razão para vender USD/CAD.

Por fim, além de olhar para os dados econômicos, passar algum tempo analisando o comportamento do preço do petróleo ajudaria muito na negociação do CAD.

Como o Canadá é considerado um dos maiores produtores mundiais de petróleo, mudanças em seu preço pode criar um impacto bastante forte no valor do CAD. Na verdade, desde 1988, a taxa de câmbio do USD/CAD têm sido inversamente correlacionados em até 68%.

Como você pode usar isso ao seu favor? Bem, se você notar que ao longo do tempo os preços do petróleo tem aumentado (saiba disso através do preço da gasolina em um posto local), isso poderia lhe dar uma confirmação adicional de que você pode comprar USD/CAD.



Original: http://www.babypips.com/school/canada.html
 

Maiores Econômias Mundiais - Japão

Japão

Localizado ao leste da Ásia, o Japão é um arquipélago com 6.852 ilhar, embora a maioria de sua massa de terra seja representada por 4 ilhas maiores.

Apesar de ser um país relativamente pequeno, a capital do Japão, Tóquio, é o lar de 30 milhões de cidadão que trabalham duro, tornando-a a maior área metropolitana do mundo.

Além disso, embora o Japão seja densamente povoado, os japoneses têm um dos mais altos padrões de vida, tendo também a maior expectativa de vida do mundo.

O Japão é também um dos países mais avançados em tecnologia do mundo.

Além disso, você sabia que os caracteres japoneses que compõem o nome do origem japonesa significa sol, e que o Japão é muitas vezes referido como "Terra do Sol Nascente".

Japão: Fatos, Números e
Publicar postagem
Recursos 
Vizinhos: Coreia do Sul, Coreia do Norte, Rússia, China.

Tamanho: 145.917 milhas quadradas.

População: 127.716.000

Densidade: 875,3 habitantes por milha quadrada.

Capital: Tóquio (população 8.653.000)

Chefe de Estado: Imperador Akihito

Chefe de Governo: Primeiro-ministro Taro Aso

Moeda: Iene Japonês (JPY)

Principais Importações: matérias-primas, produtos alimentares, combustíveis minerais, produtos manufaturados, máquinas, equipamentos de transporte.

Principais exportações: veículos automóveis, produtos eletrônicos, máquinas, aço, instrumentos científicos e relógios, Ichiro Suzuki, Sony PlayStation, espadas de samurai, o Sr. Miyagi.

Parceiros de Importações: China 18,9%, EUA 10,4%, 6,7% a Arábia Saudita, Austrália 6,2%, Emirados Árabes Unidos 6,1%, Indonésia 4,3%

Exportações Parceiros: EUA 17,8%, China 16%, Sul 7,6%, Coréia, Hong Kong 5,1%

Fuso Horário: GMT 09

Website: http://kantei.go.jp 
Panorama Econômico

Além de ser a capital mundial de videogames, a economia do Japão foi classificada como a terceira maior em 2009.

Desde o final da 2ª Guerra Mundial, o Japão vem experimentado um rápido crescimento econômico, apesar do fato de o país ser montanhoso e vulvânico. Por causa das leis da natureza, isto limita o crescimento de recursos naturais no Japão.

A fim de compensar esta falta de recursos, a economia japonesa se tornou muito dependente da exportação, com exportações no valor de quase $ 500 bilhões em 2009! Este montante é equivalente a cerca de 40% da sua produção total!

Recentemente, o Japão tem aproveitado o enorme crescimento da China. A demanda chinesa leva a compras maciças vindas do Japão pela sua proximidade.

No Japão não há apenas a boa comida, é também onde se encontra um dos maiores centros financeiros mundiais: Tóquio!

Como você vê em filmes, os empresários japoneses investem pesado em negócios. Com tanto dinheiro entrando e saindo de Tóquio, a cada dia, os comerciantes e investidores podem usar o Japão como um indicador do que está acontecendo no Extremo Oriente.

Política Monetária e Política Fiscal

Apesar do Banco do Japão (BOJ disponível em: http://www.boj.or.jp/en/ ) existir desde 1800, apenas recentemente o BOJ se tornou independente do Ministério de Finanças (MF). Foi apenas em 1998 que o governo japonês aprovou leis que garantem o controle sobre a política monetária do BOJ.

Tome nota de que o Ministério das Finanças continua a ser responsável pela política cambial, o que leva a uma contínua tensão entre os dois.

Normalmente, o governo e os bancos centrais são independentes entre si - não há qualquer influência de uns sobre outros. Este não é o caso para o Japão. Ainda que o BOJ tenha ganho a independência do governo, há uma questão de quem realmente "manda na moeda".

O MF mantém um olhar atento sobre o BOJ, pressionando-o a executar suas políticas, que ajudariam o iene a atingir alvos definidos pelo Ministério da Fazenda. Semelhante a outros bancos centrais, o principal objetivo do BOJ é a estabilidade dos preços. Os banqueiros ninja do BOJ fazem uso de operações de mercado aberto e das alterações das taxas de juros para atingir suas metas.

Uma coisa que você deve saber sobre o BOJ é que por muito tempo, muito tempo, eles mantiveram as taxas em níveis baixos, com a a taxa atual em míseros 0,10 %. Como a taxa é tão baixa, o banco central não pode diminuí-la para estimular o crescimento ou criar liquidez.

Por exemplo, em seus esforços para combater a deflação, o BOJ já inundou o mercado com dinheiro através de medidas de flexibilização quantitativa.

Medidas de flexibilização quantitativa são movimentos feitos pelos bancos centrais para aumentar a liquidez e a oferta da moeda através da compra de títulos do governo.

Isso é chamado de "imprimir dinheiro", por que o banco central cria dinheiro novo, para comprar de volta seus títulos de governo. Em teoria, o aumento da oferta de moeda levaria a um aumento dos empréstimos e gastos.

Ao longo dos anos, o Japão criou liquidez nos mercados inundando a economia com vários programas que deixam o BOJ comprar ou vender títulos ou contas japonesas.

Conhecendo o JPY

O iene é tão "doidão" que poderia ser chamado de outra coisa. Ele entrou no mercado de câmbio como iene, e até agora é chamado assim. O iene é apenas iene. Também é muito bom em cruzamentos, especialmente contra o EUR, GBP e AUD.

Traders gostam de mim como os japoneses gostam de sushi.

Após o dólar e o euro, o iene é a moeda mais transacionada, com o USD/JPY como o segundo par de moedas mais negociadas. Por causa do papel que o Japão desempenha do comércio internacional, necessita-se do iene, para cumprir transações internacionais.

Você está pronto para a Sessão Asiática?

Quando os investidores pensam na Ásia, acho que subcoscientemente falam do Japão. Com Tóquio sendo um dos principais centros financeiros, o Japão é muitas vezes representativo do que está acontecendo na Ásia.

O Japão é normalmente um importante parceiro comercial de outras potências asiáticas. Se o negócio está indo bem na Ásia, isto geralmente reflete em Nikkei, a bolsa de valores de Tóquio.

Estou sempre em movimento

Com os relatórios japoneses que saem durante a sessão asiática, é natural que o mercado seja mais ativo durante a sessão asiática (0:00 GMT).

O iene também pode ser ativo em outras sessões, dependendo do que dizem os dados econômicos liberados. Isto deve ser esperado - é parte da cultura japonesa, fazer negócio em torno do relógio.

Como o iene tem a menor taxa de juros entre os maiores, é normalmente usado em operações de carry trade como fonte de financiamento.

Os japoneses tendem a pensar da mesma forma.

Os gestores japoneses tendem a tomar as mesmas decisões de investimento. Isto leva a posições altamente correlacionadas, o que significa que é provável que assistamos desenvolvimentos de tendências.

Estou propenso a fugas

Uma característica de pares de ienes é a sua tendência para a consolidação por algum tempo, e em seguida, sai em uma direção buscando consolidar mais uma vez e assim por diante! Fique atento pois nunca se sabe quando isso pode acontecer!

Eu tenho uma relação de amor-ódio com a China

Com a China emergendo como uma grande potência do mundo, sua influência sobre o iene continua a crescer. Se os sinais apontam para um maior crescimento da economia chinesa, pode afetar a demanda para o JPY.

Como assim?

Como já dissemos, a China é um dos principais parceiros comerciais do Japão. Naturalmente, com o crescimento de empresas chinesas, terão de pedir mais do Japão. Por sua vez, aumentaria a demanda para o JPY, causando sua valorização.

Indicadores econômicos importantes para o JPYProduto Interno Bruto - Este mede a atividade econômica do Japão.

Pesquisas Tankan - Esses relatórios de pesquisa contém a opinião de executivos de uma ampla gama de indústrias, questionando-os sobre seus pontos de vista da economia. Sentimentos otimistas (acima de 0,0) sugerem que os empresários japoneses esperam uma alta na economia. Pontuações abaixo de 0,0 sugerem o contrário.

Balança Comercial - A economia japonesa é muito dependente da exportação. Números de exportação em queda pode levar a um declínio na atividade econômica.

Taxa de Desemprego - Mede a taxa de desemprego no Japão. A taxa de desemprego pode levar a um declínio nos gastos do consumidor.

Consumer Price Index (CPI) - No passado, o Banco do Japão mostrou que eles não têm medo de tomar medidas para combater a deflação. Se as tendências mostram que os preços das espadas samurai continuam a cair, pode levar a alguns movimentos surpresa pelo BOJ.

Core Machinery Orders - Um grande pedaço das exportações japonesas são compostas de encomendas de máquinas. O aumento ou queda nas encomendas de máquinas poderia refletir na situação atual do comércio japonês.

O que move o iene Investimentos

Devido às suas baixas taxas de juros, o iene tem sido considerado como uma boa fonte de financiamento para investimentos em outros países. Isto significa que se os traders e os investidores estão assustados, eles vão começar a utilizar o carry trade. Uma vez que os traders começam a efetuar posições mais arriscadas (carry trades), eles têm de cobrir suas posições de venda de JPY comprando de volta a moeda.

O efeito BOJ

Isto não se refere aos anúncios ou a efeitos programados. Estamos falando de uma intervenção monetária! O BOJ e o MF mantém atenção especial para os mercados forex. Como a economia japonesa é muito dependente de exportação, o valor do iene tem um papel fundamental no comércio.

O BOJ não quer que o iene aprecie demasiadamente, porque tornaria as exportações japonesas relativamente mais caras. Ao manter baixo o valor do iene, eles podem estimular a demanda por produtos japoneses, que por sua vez beneficiaria a economia.

Negociação USD/JPY

USD/JPY é comercializado em valores denominados em JPY. O lote padrão é de 100.000 USD e lotes mini são de 10.000 USD.

O valor do pip, que é denominado em iene japonês, é calculado dividindo-se um pip de USD/JPY (lembre-se que o par de ienes é 0,01) pela taxa de câmbio atual do USD/JPY.

(...)
Ganhos e perdas são denominados em ienes japoneses. Para uma posição em lote padrão, cada pip equivale a 1.000 JPY. Para uma posição em mini lote cada pip equivale a 100 JPY.

(...)

Os cálculos das margens são baseados em dólares dos EUA. Por exemplo, com uma alavancagem de 100:1, 1.000 USD são necessários para operar 100.000 USD.

Táticas de Negociação do USD/JPY

O USD/JPY tende a seguir tendências de médio e curto prazo, que pode durar alguns dias. Se você está em uma operação de mais de um dia (swing trade), você pode entrar em retraçamentos.

Uma vez que o preço começa a consolidar, você pode fechar sua posição e esperar que outra tendência se desenvolva. Tome nota que quando o preço foge, é provável que você veja um movimento sustentado pois traders irão para a tendência.

Outra dica é lembrar que as empresas industriais japonesas, normalmente, definem seus pedidos em números redondos, como 100,00 ou 90,50. Você deve manter sempre uma ordem perto desses números, pois servem como níveis de apoio e resistência a curto prazo.

Finalmente, você também deve ficar de olho em outros pares de ienes como EUR/JPY, GBP/JPY. Se você ver que um destes cruzamentos está prestes a quebrar um nível de suporte ou resistência, poderia desencadear uma fúria de compra ou venda de JPY que terá um efeito enorme em toda a linha.



Original: http://www.babypips.com/school/japan.html

Maiores Econômias Mundiais - Reino Unido

Reino Unido

O Reino Unido é uma terra de muitos sotaques, uma vez que é na verdade composto de quatro países - Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales.

Chefiado pela Rainha, o Reino Unido é considerado uma monarquia constitucional, mas é regido por um sistema parlamentar, que é localizado na capital da Inglaterra, Londres.

O Reino Unido também é parte da União Europeia. No entanto, o Reino Unido se recusou a aderir à zona do euro e continua com a libra como sua moeda.

Reino Unido: fatos, números e recursos 
Vizinhos: Irlanda, Alemanha, França

[bTamanho: 93.628 milhas quadradas

População: 60.975.400

Densidade: 651,3 habitantes por milha quadrada

Capital: Londres (população 7.557.000)

Chefe de Estado: rainha Elizabeth II

Chefe de Governo Primeiro-ministro:[b/] Gordon Brown

Moeda: Libra Esterlina (GBP) ou libra

Principais importações: bens manufaturados, equipamentos de transporte, produtos químicos, combustíveis, máquinas.

Principais exportações: minérios e metais, alimentos e animais vivos lã, combustíveis, máquinas e equipamentos de transporte, David Beckham, Simon Cowell.

Parceiros de Importações: Alemanha 14,2%, EUA 8,6%, China 7,3%, Países Baixos 7,3%, França 6,9%, 4,7% na Bélgica, Noruega 4,7%, Itália 4,2%.

Exportações Parceiros: EUA 15%, Alemanha 11%, França, 10%, 7% na Irlanda, Países Baixos 6%, 6%, Bélgica, Espanha 5%, Itália 4%.

Fuso Horário: GMT

Website: http://number10.gov.uk
 
 Panorama Econômico

O Reino Unido é a sexta maior economia do mundo, e como a história nos mostra, eles são uma força a ser enfrentada. Afinal, a Grã-Bretanha que iniciou a Revolução Industrial.

O Reino Unido também teve o maior império que o mundo já viu até hoje. Assim, para os últimos 300 anos ou mais, o Reino Unido tem sido uma potência mundialmente relevante. Isso é que é consistência!

Em termos de comércio, a Inglaterra é um importador líquido de bens com um défcit comercial consistente. Seu maior parceiro é a zona do euro, mais especificamente a Alemanha, que não deve ser surpresa pois a Alemanha está a poucos passos de distância através do Canal Inglês.

A atividade comercial com a zona do euro chega a mais de 50% das atividades comerciais do Reino Unido. Os EUA, individualmente, continua a ser o maior parceiro comercial do Reino Unido.

Política Monetária e Política Fiscal

Aqui vai uma curiosidade para você: O banco mais antigo do mundo é o Banco da Inglaterra (BOE).

Quando a Inglaterra estava à beira da expansão econômica, os líderes do governo perceberam que precisavam de uma entidade para ajudar a facilitar o comércio internacional. Surgiu o Banco da Inglaterra. Em 1964, o BOE foi fundado para ajudar a facilitar o comércio e o crescimento da Inglaterra.

Hoje, o objetivo principal do BOE de política monetária é manter a estabilidade dos preços, enquanto ao mesmo tempo promove o crescimento do emprego.

Assim, o BOE está apontando para uma taxa de inflação de 2,0% que é medido pelo índice de preços do consumidor (CPI). A fim de cumprir este objetivo, ao BOE foi concedido o poder mágico de mudar as taxas de juros a níveis que o permitam cumprir seus objetivos.

O grupo do BOE que se encarrega de determinar as taxas de juros é o Comitê de Política Monetária (MPC).

O MPC realiza reuniões mensais, que são acompanhadas de perto para os anúncios sobre as mudanças na política monetária, incluindo mudanças na taxa de juros. Como todas as outras coisas britânicas, a taxa de juros tem um nome diferente na Inglaterra. Na Inglaterra a taxa de juros é chamada de taxa de recompra do banco.

Os principais instrumentos de política monetária utilizados pelo Comitê de Política Monetária do BOE são as taxas de juros e as operações de mercado aberto.

A taxa de juros é a taxa fixada pelo BOE para suas próprias operações no mercado para ajudar a cumprir a meta da inflação do MPC. Sempre que o MPC altera esta taxa, ela afeta as taxas de bancos comerciais fixadas para os poupadores e tomadores de empréstimos. Estes por sua vez, também afetam os gastos e a produção na economia, e eventualmente os custos e preços.

Assim como outros bancos centrais, se o BOE eleva a taxa de juros, o objetivo é conter a inflação. Por outro lado, se a taxa for diminuida, o objetivo é estimular a economia.

Quando se engaja em operações de mercado aberto, o BOE compram ou vendem GBP para controlar a oferta do dinheiro. Este é um método alternativo para aumentar a liquidez nos mercados financeiros.

Se o BOE sente que há uma necessidade de estimular a economia, imprime-se mais papel-moeda e as insere na oferta de moedas através da compra de títulos do governo e das empresas.

Por outro lado, se o BOE sente que a economia está indo bem, eles vão vender mais títulos, uma forma eficaz de "tomar dinheiro de volta".

Conhecendo o GBP

O GBP deve ser um garoto bem popular, pois tem muitos apelidos legais. Além de ser chamado de Libra Esterlina, os pares GBP têm apelidos como o Cable (GBP/USD) e o Guppt (GBP/JPY). Impressionante, não?

Eu gosto de um movimento

GBP/USD é um dos pares de moedas de maior liquidez no mercado cambial. Como assim? Lembre-se, Londres tem sido um centro financeiro importante do mundo. Com grandes transações entre empresas ocorrendo todos os dias, muitos lotes de dólares entram e saem de Londres.

Ainda assim, o GBP/USD representa apenas 14% do comércio mundial, tornando-se apenas o terceiro par mais negociado. Esta é provavelmente a razão pela qual spreads em GBP/USD tendem a ter 2 ou 3 pips a mais que o EUR/USD e o USD/JPY.

... e os traders gostam de mim porque tenho belas curvas.

Com tantas corporações sediadas em Londres, há muitos investimentos altamente atrativos para o mercado britânico.

Junte isso a algumas das maiores taxas de juros (geralmente) entre as principais moedas, os investidores podem encontrar títulos britânicos como mais atraentes. A fim de obter esses ativos, os investidores primeiro precisam comprar GBP.

Sou ágil durante a sessão de Londres...

O volume de negócios do GBP/USD é mais alto durante a sessão européia, com potencial a fortes movimentos durante a sessão de Nova Iorque, quando dados americanos são liberados no Reino Unido.

A sessão asiática, normalmente, não oferece muito movimento, traders europeus estão dormindo enquanto os traders americanos estão apenas terminando o seu dia.

...mas tenha cuidado, eu posso ser barulhento!

Os pares de GBP são muito propensos a movimentos voláteis devido so seu menor nível de liquidez em relação ao EUR.

Com liquidez crescente fina em determinados momentos do mercado, o GBP pode ficar preso em uma direção, especialmente se houver grandes ordens de compra ou venda nesse sentido. Em comparação com outros pares de moedas, os pares GBP tendem a reagir mais fortemente com divulgações de dados econômicos surpreendentes.

Indicadores econômicos importantes para o GBPTaxa de Desemprego - Esta é a medida de quantas pessoas desempregadas há na economia do Reino Unido. Analistas olham para esse número com cuidado, pois poderia ser um importante indicador de gastos futuros. Como assim? Bem, se uma pessoa não tem emprego, ela não tem dinheiro. Sem dinheiro, não se poderia comprar!

Índice de Preços de Consumo (CPI) - O BOE olha para essa conta como uma medida da inflação. Ela mede a variação dos preços dos bens de consumo.

Produto Interno Bruto (PIB) - Este valor reflete o estado da economia do Reino Unido. Ele indica se a economia está crescendo ou se está presa no Canal Inglês.

Purchasing Managers Index (PMI) - O índice faz um estudo sobre gerenciamento de negócios e suas visões sobre o cenário econômico atual. Índices acima de 50,0 indicam melhoria das condições que podem levar à expansão, enquanto os pontos abaixo de 50, indicam possivel contração.

Gfk Relatório de Confiança do Consumidor - relatório que mede a confiança dos consumidores sobre as atuais e futuras condições econômicas. Quanto mais consumidores estão confiantes quanto ao estado da economia do Reino Unido, mais provável é que eles estejam dispostos a pagar mais.

O que move o GBPMudanças na Política Monetária

Muitos investidores olham para carry trade. Mudanças na taxa de juros do MPC alteram o sentimento em relação à libra, pois afeta o rendimento de títulos bancários.

Além disso, mudanças na taxa de juros revelam também perspectivas do BOA sobre a economia.

Se os executivos do BOE sentem que a economia está indo mal, eles podem tomar algumas medidas ou cortar taxas de juros, que vai sinalizar ao público que a economia está instável.

Se o BOE sente que a economia irá aumentar, pode levar em conta as possíveis pressões inflacionárias e reduzir a taxa de juros.

Desenvolvimento da zona do euro ou dos EUA

Tal como outros pares de moedas, GBP/USD está também fortemente afetado pela evolução da zona do euro e dados americanos afetam diretamente o sentimento dos investidores e operadores do mercado. Dados bons ou ruins partindo dos EUA podem fazer com que os traders do GBP transfiram seu capital para o USD pela aversão ao risco.

Efeito Spill Over

A maior parte das relações comerciais do Reino Unido é com a Zona do Euro. Devido a isso, você deve também manter os olhos prontos para ver qualquer desenvolvimento ocorrido no velho mundo. Qualquer notícia de fraco ou ruim desempenho econômico poderia levar a um sentimento pessimista para o GBP.

Impulsionado pelo sentimento de risco

Embora pequeno, do GBP se beneficia do fato de que ele possui uma maior taxa de juros em relação a outras moedas maiores. Quando os traders estão em busca de maiores rendimentos, eles vão olhar para o Reino Unido, devido à possibilidade de obter um maior retorno de seus investimentos. Quando os traders querem lucrar a partir de seus investimentos eles vendem GBP.

Negociação GBP/USD

GBP/USD é comercializado em quantidades expressas em libras esterlinas. O lote padrão é de 100 mil GBP e lotes mini são de 10 mil GBP.

O valor do pip, que é denominado em dólares dos EUA, é calculado dividindo-se um pip de GBP/USD (que é 0,0001) pela cotação do GBP/USD.

Ganhos e perdas são denominados em dólares dos EUA. Para uma posição do lote padrão, cada pip equivale a 10 USD. Para uma posição do lote mini, cada pip equivale a 1 USD.

Os cálculos das margens estão baseados em dólares dos EUA. Por exemplo, se o atual GBP/USD está em 1,5000 e a alavancagem é de 100:1, 1.500 USD serão necessários para se operar em um lote padrão de 100.000 GBP. Quanto maior a taxa GBP/USD, mais dólares serão exigidos para a margem, e vice-versa.

Táticas de comércio do GBP/USD

Uma forma de operar em pares GBP é tomar nota dos principais relatórios. Os pares GBP tendem a reagir mais fortemente a relatórios econômicos.

Por exemplo, se os valores do PIB do Reino Unido estavam por vir muito melhor do que o esperado, poderia levar o GBP a uma enorme subida. Mesmo se você fosse entrar atrasado, ainda poderia pegar muitos pips com pares GBP, porque geralmente se movem muito.

Tenha cuidado porém, GBP/USD e GBP/JPY são os pares mais voláteis, entre os principais. Na verdade, GBP/USD se move cerca de 160 pips por dia em média. O GBP é tão volátil que você pode definir ordens de stop loss mais amplas para resistir a todos os movimentos fortes do mercado.



Original: http://www.babypips.com/school/united_kingdom.html

Maiores Econômias Mundiais - Zona do EURO

Zona Euro

A União Europeia (UE) é uma irmandade de 27 estados-membros que começaram a partir de um pequeno grupo de seis países vizinhos em 1951. Pelos poderes mágicos do Tratado de Maastricht, depois se transformou em um grande bloco econômico e político, tornando-se a maior região econômica do mundo. Esta região desempenha um papel enorme no comércio mundial e em assuntos econômicos internacionais!

Entre esses Estados-Membros da UE, dezesseis países adotaram o euro (EUR) como moeda comum. Estas nações compõem a zona do euro, que também é chamada de União Econômica e Monetária (UEM), ou "Eurolândia".

Os membros deste clube de elite são: Áustria, Bélgica, Chipre, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Portugal, Eslováquia, Eslovénia e Espanha.

Além de adotar uma moeda comum, essas nações também compartilham a mesma política monetária definida pelo Banco Central Europeu.

Zona Euro: fatos, números e recursos

* Países Membros: Bélgica, Chipre, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Malta, Áustria, Países Baixos, Portugal, Eslováquia, Eslovénia e Espanha. 
* Tamanho: 1.669.807 milhas quadradas

* População: 501.259.840

* Densidade: 300,2 habitantes por milha quadrada

* Chefe da Comissão Europeia: José Manuel Barroso

* Chefe do Parlamento Europeu: Jerzy Buzek

* Chefe do Conselho Europeu: Herman Van Rompuy

*Moeda: Euro (EUR)

* Principais importações: maquinário, veículos, aviões, plásticos, petróleo bruto, químicos, têxteis e metais.

* Principais exportações: máquinas, veículos, aviões, plásticos, produtos farmacêuticos e outros produtos químicos, Antonio Banderas, Penelope Cruz, "Os Músculos de Bruxelas" de Jean-Claude Van Damme.

* Parceiros de importações: China 15,89%, 11,97%, EUA, Rússia 11,22%, 6,13% na Noruega, Suíça, de 5,14%.

* Parceiros de exportações: EUA 19,07%, Rússia 8,03%, 7,49% na Suíça, na China 6%, a Turquia 4,14%.

* Fusos horários: GMT, GMT +1, GMT +2

* Website: http://www.europa.eu
 Panorama Econômico

A zona do euro, que compreende mais da metade dos países da UE, classifica-se como a segunda maior economia com um PIB de 8,7 trilhões de euros em 2009. É uma economia orientada pelos serviços, que representam 70% do seu PIB!

Sobre isso, a zona do euro tem orgulho em ser o segundo mercado de investimento mais atraente para os investidores nacionais e internacionais.

Como uma união econômica, a zona do euro tem um sistema padronizado de leis, particularmente para o comércio. O tamanho de sua economia como um todo faz com que a zona euro seja um jogador principal na arena do comércio internacional.

Como os países estão agrupados, as trocas comerciais se tornam mais fáceis principalmente com seu parceiro comercial número um, os EUA.

Essa participação ativa no comércio internacional também tem um impacto significativo sobre o papel do euro, uma moeda de reserva.

Isso ocorre por que os países que transacionam com a zona do euro devem ter uma quantidade significativa de moedas de reserva, a fim de reduzir o risco cambial e minimizar os custos da transação.

Política monetária e política fiscal

O Banco Central Europeu (ECB http://www.ecb.int/) atua como órgão regulador da política monetária da UE. Liderada pelo atual presidente do BCE, Jean-Claude Van Damme... errr, quer dizer Jean Claude Trichet, a Comissão Executiva é composta também pelo vice-presidente do BCE e por quatro outros políticos responsáveis.


O principal objetivo do BCE é manter a estabilidade de preços em toda a região - em uma alta ordem! Para alcançar esta meta, a zona euro assinou o Tratado de Maastricht, que aplicou um determinado conjunto de critérios para os países-membros. Aqui estão alguns dos requisitos:

* A taxa de inflação do país não deve exceder a inflação média das três melhor desempenhados (os que tiverem as taxas de inflação mais baixas) estados em mais de 1,5%.

* Suas taxas de juros de longo prazo não devem exceder as taxas médias desses três estados com mais baixa inflação em mais de 2%.

* As taxas de câmbio devem permanecer dentro do alcance do mecanismo de câmbio, pelo menos, um par de anos.

* O seu déficit orçamental deve ser inferior a 3% do seu PIB.

Se um país não cumprir estas condições, será penalizado com uma multa pesada. Caramba!

O BCE também faz uso de sua taxa mínima de proposta e de operações de mercado aberto como ferramentas de política monetária. A taxa mínima do BCE ou taxa de retorno do banco central são oferecidas aos bancos centrais dos Estados membros. Eles fazem uso desta taxa para controlar a inflação.

Operações de mercado aberto, por outro lado, são usadas para gerenciar as taxas de juros, controle de liquidez e estabelecer a política monetária. Tais operações são realizadas através da compra ou venda de títulos públicos no mercado.

A fim de aumentar a liquidez, o BCE compra títulos e paga com euros, o que em seguida começa a circular. Por outro lado, para enxugar o excesso de liquidez, o BCE vene títulos em troca de euros.

Além de fazer uso dos instrumentos de política monetária, o BCE pode também optar por invervir no mercado de câmbio de câmbio para controlar a inflação. Devido a isso, os traders prestam muita atenção aos comentários dos membros do conselho do BCE uma vez que estes podem ter impacto sobre o euro.

Conhecendo o Euro

Além de ser apelidado de anti-dólar, o euro é também apelidado de fibra. Alguns dizem que este apelido surgiu a partir da fibra óptica Trans-Atlantica que é utilizada na comunicação, enquanto alguns afirmam que foi a partir do papel usado para imprimir notas dos países europeus naquela época. Aqui estão algumas das outras características do EUR.

Eles me chamam de anti-dólar!

A popularidade do euro, conhecido como o anti-dólar, torna o EUR/USD o par de moedas mais negociado. Como tal, é também o mais líquido dos principais pares e oferece o menor spread.

Estou ocupado durante a sessão de Londres

O euro é mais ativo durante 8:00 GMT, no início da sessão de Londres. Muitas vezes tem pouco movimento durante a segunda metade da sessão dos EUA, em torno de 5:00 pm GMT.

Eu tive alguns relacionamentos

O EUR/USD está muitas vezes ligado ao movimento dos mercados capitais, tais como títulos e ações. É negativamente correlacionado ao movimento do S & P 500, que representa a performance do mercado de ações dos EUA.

Essa correlação ficou fora de sincronia depois da crise financeira de 2007, no entanto. Agora, o EUR/USD tem uma correlação ligeiramente positiva com o S & P 500.

O EUR/USD também está negativamente correlacionado com o USD/CHF, refletindo os movimentos do CHF em paralelo quase perfeito ao EUR.

Indicadores econômicos importantes para o euroProduto Interno Bruto - O Produto Interno Bruto é a medida do crescimento econômico na região. Dado que a Alemanha é a maior economia da zona do euro, o seu PIB tende a ser o maior a mover o euro.

Mudanças de Emprego - O euro é também sensível às mudanças de emprego, particularmente nas maiores economias da zona do euro como a Alemanha e a França.

Produção industrial alemã - Mede a variação do volume de saída de fabricação da Alemanha, mineração e indústrias pedreiras. Devido a isso, ele reflete a força de curto prazo da atividade industrial alemã.

German IFO Business Climate Survey - Esta é uma das principais pesquisas do mercado do país. Realizada mensalmente, ela leva em conta a situação atual dos negócios da Alemanha, bem como as expectativas para as condições futuras.

Déficit orçamentário - Lembre-se que um dos critérios do Tratado de Maastricht exige que as economias da zona do euro mantenham sua dívida a uma proporção inferior a 60% do PIB e o seu déficit inferior a 3% do seu PIB anual. Falha para alcançar essas metas pode resultar em instabilidade fiscal na zona euro.

Índice de Preços ao Consumidor (CPI) - Como uma das metas do BCE é manter a estabilidade de preços, ele mantém a atenção em indicadores de inflação como o CPI. Se o CPI anual desvia da meta do banco central, o BCE poderia fazer uso de seus instrumentos de política monetária para manter a inflação sob controle.

O que move o euro?Fundamentos da zona do euro

Os relatórios de desempenho econômico forte na zona do euro ou por uma boa parte dos países que a compõem podem impulsionar o EUR para cima. Por exemplo, relatórios melhores que o esperado na Alemanha ou na França poderiam incentivar os traders a serem otimistas quanto ao euro.

Movimentos Bruscos do Tio Sam

Mudanças bruscas no sentimento do mercado, impulsionado principalmente por dados econômicos dos EUA, tendem a ter um enorme impacto em EUR/USD.

Sendo considerado o anti-dólar, o euro também é influenciado pelos prounciamentos quanto ao dólar dos EUA. O Euro é a nova moeda de reserva.

Diferenças nas taxas de retorno

O bond spread entre 10 anos de títulos do governo americano e 10 anos de títulos alemães geralmente indicam a direção do EUR/USD.

Se a diferença entre os rendimentos dos títulos dos EUA e os títulos da Alemanha aumentam, EUR/USD se move em favor da moeda com maior rendimento.

Semelhantemente aos rendimentos dos títulos, os diferenciais de taxa de juros também servem como um excelente indicador para a circulação do EUR/USD. Por exemplo, os traders em geral comparam a taxa de futuros Euribor com a taxa de futuros do Eurodólar.

Só para esclarecer as coisas: Euribor representa Euro Interbank Offer Rate, que é a taxa que os bancos da zona do Euro usam para transações inter-bancárias, enquanto Eurodólares são depósitos em dólares americanos.

Negociação do EUR/USD

O EUR/USD é comercializado em valores expressos em euros. O lote padrão é de 100 mil euros e os lotes mini são de 10.000 euros.

O valor do pip, que é denominado em dólares dos EUA, é calculado dividindo-se um pip do EUR/USD (0,0001) pela cotação EUR/USD.

Ganhos e perdas são denominados em dólares dos EUA. Para um lote padrão, cada pip equivale a $ 10. Para um mini lote, cada movimento equivale $ 1.

Os cálculos das margens são baseados em dólares dos EUA. Por exemplo, se a atual cotação do EUR/USD é 1,4000 e a alavancagem é de 100:1, serão necessários 1.400 USD como margem para que se possa operar com um montante de 100.000 EU

À medida que aumenta o EUR/USD, uma maior margem em dólares será necessária. Quanto menor o EUR/USD, menor é a margem necessária em dólares dos EUA.

Táticas de Negociação do EUR/USD

Movimentos pró-euro, que normalmente ocorrem quando são lançados dados econômicos fortes na zona do euro, criam oportunidades de compra para os operadores do EUR/USD.

Movimentos anti-euro geralmente ocorrem quando os relatórios de enfraquecimento do euro são liberados, e proporciona oportunidades de venda do EUR/USD.

Como o EUR/USD normalmente atua como uma forma de medida de como os traders vêem o USD, dependendo da direção do dólar, podem ser criadas estratégias para o EUR/USD.

Por exemplo, se os traders estão esperando comprar dólares dos EUA e o relatório de vendas de varejo imprime resultados melhores que o esperado, você poderia procurar uma oportunidade de vender EUR/USD.

Além de esperar que o EUR/USD reteste ou quebre níveis significativos de resistência ou de suporte, ter um comércio baseado em retraçamentos também fuciona para este par.

EUR/USD é altamente suscetível a retraçamentos, o que significa que a fixação de ordens de compra ou de venda em níveis Fibonacci significativos poderiam render alguns pips. Através dos retraçamentos, pode-se entrar na operação a um preço melhor do que simplesmente saltar na direção do movimento dos preços.

Se você é um pouco mais aventureiro, há outros pares de euros, como o EUR/JPY, EUR/CHF, e EUR/GBP, que você pode conferir! Cada um destes cruzados tem características boas e únicas.

Por exemplo, o EUR/JPY, que é mais volátil que o EUR/USD, tende a ser mais ativo durante sessões da Ásia e de Londres.

Por exemplo, o EUR/JPY, que é mais volátil que o EUR/USD, tende a ser mais ativo durante sessões da Ásia e de Londres.

EUR/GBP, EUR/CHF tendem a variar a maior parte do tempo. Esta última é mais propensa a grandes picos devido ao menor nível de liquidez.



Original: http://www.babypips.com/school/euro-zone.html