quinta-feira, maio 26

Como funciona uma corretora no FX

Diferente dos outros investimentos financeiros disponíveis como mercado de ações, a maior parte das transações no Forex são realizadas como resultados de negócios internacionais e não como negócios especulativos. A especulação no forex tem seu papel fundamental, mas a grande parte das transações no Forex são realizas em função de negócios internacionais. Para ilustrar melhor:



O americano que compra uma Mitsubishi importada, novinha brilhando, vai pagar por ele em Dólares, mas os trabalhadores da Mitsubishi no Japão precisam receber seus salários em Yenes, assim em algum momento a conversão entre dólares e Yenes precisa ser feita. 


Quando nos consideramos que empresas como a Exxon, Boeing, Sony, Dell,  Honda,  Vale  e milhares de outras multinacionais movem dinheiro de um país para outro entre dolar, real, yen, libras, rupias e euro elas fazem através do mercado forex. Portanto não é difícil entender o quão insignificativa é a parcela de especuladores neste mercado de quase $4 trilhões por dia.


As empresas não se importam tanto com a complexidade da cotação de uma moeda, elas apenas querem fazer e vender seus produtos. Como um depósito central de dinheiro destas companhias, é perfeitamente natural que bancos fossem os facilitadores destas transações. Antigamente, um banco simplesmente ligava para um banco estrangeiro (ou uma sede do mesmo banco em outro país) e ambos bancos realizavam a troca do dinheiro que eles tinham acumulado.

Assim como qualquer outro negócio, os bancos compram a moeda estrangeira a uma taxa e vendem ao cliente final a uma taxa superior, tendo seu lucro. É assim que nasceu o spread no foreign exchange (FOREX). Isso era (e ainda é!) o custo deste negócio. A Mitsubishi pode pagar seus funcionários e o banco ganha um pequeno lucro pela troca e pelo risco associado a troca dos Dólares pelo Yenes.

Com o tempo, os operadores dos bancos desenvolveram a habilidade de especular nas cotações futuras de uma moeda. Utilizando um conhecimento adquirido no mercado, um banco poderia fechar um negócio em uma cotação do momento e segurar realizando um hedging até que uma melhor oportunidade aparecesse. Este processo possibilitava com que os bancos expandissem seus lucros consideravelmente. Contudo, a conseqüência disto é que a liquidez ficou distribuída de forma que algumas transações se tornavam impossíveis de se completarem.
 

E foi por este, e somente este motivo, que eventualmente o mercado forex foi aberto para participantes "não-bancários". Os bancos queriam mais ordens no mercado.  

a) Poderiam lucrar de participantes com menos experiência.
b) Os participantes com menos experiência poderiam oferecer uma maior distribuição de liquidez para as transações internacionais de  hedge (proteção cambial). I

Inicialmente apenas grandes fundos hedges (como o de George Soros e outros) foram permitidos,  mas com o tempo surgiu o Forex Varejo, através dos brokers e ECNS.

Continua...

 



5 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom a explicação!!!
Parabéns pelo conhecimento.

Blogger disse...

I would advise that you pick the best Forex broker.

Blogger disse...

Imagine if you had a robot with 6 years authenticated proof?

I just finished a webinar with Mark and his partner, Antony, two days ago and it was AMAZING.

During the webinar MARK and ANTONY shared their stories to success and answered questions about their new version of the GPS Forex Robot that came out TODAY!

Blogger disse...

Forex Trendy is an innovative software capable of detecting the safest continuation chart patterns. It scans through all the charts, on all time frames and analyzes every possible breakout.

Blogger disse...

QUANTUM BINARY SIGNALS

Professional trading signals sent to your mobile phone every day.

Start following our trades right now and make up to 270% per day.